A criminalização do bullying e cyberbullying: uma análise do artigo 146-A do Código Penal

Visualizações: 896

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.10685232

Palavras-chave:

Crime, Intimidação sistemática, Lei 14.811/24, Objetividade Jurídica

Resumo

O trabalho analisou, por meio de pesquisa bibliográfica, o artigo 146-A do Código Penal, introduzido pela Lei 14.811/24, que criminalizou as condutas de bullying e cyberbullying. O desenvolvimento se deu a partir da definição do termo intimidação sistemática, com posterior exame da objetividade jurídica e classificação do tipo dentro sistema penal. Conclui-se que, apesar de a atecnia legislativa levar à incompreensão do artigo 146-A, o tipo se trata de crime e não de contravenção penal, tendo como possível consequência prática seu prematuro desuso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Me. Tatiana Lourenço Emmerich de Souza, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ - Rio de Janeiro/RJ

Doutoranda em Direito Penal pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre em Políticas Públicas e Direitos Humanos pela UFRJ/PPDH (2017). Lattes CV: http://lattes.cnpq.br/0353875902696380

Me. Bruno Gilaberte Freitas, Universidade Estácio de Sá - UNESA - Rio de Janeiro/RJ

Mestre em Direito pela Universidade Estácio de Sá UNESA/RJ (2018). Delegado da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. Lattes CV: http://lattes.cnpq.br/4777129154012165

Referências

BRASIL. Lei nº 13.185/15, de 06 de novembro de 2015. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 09 nov. 2015. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13185.htm. Acesso em: 18 fev. 2024.

BRASIL. Lei nº 14.811/24, de 10 de janeiro de 2024. Institui medidas de proteção à criança e ao adolescente contra a violência nos estabelecimentos educacionais ou similares, prevê a Política Nacional de Prevenção e Combate ao Abuso e Exploração Sexual da Criança e do Adolescente e altera o Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 e as Leis n.º 8.072, de 25 de julho de 1990, e 8.069, de 13 de julho de 1990. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 12 jan. 2024. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2023-2026/2024/lei/l14811.htm. Acesso em: 18 fev. 2024.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Primeira Turma. Recurso Extraordinário 430105/RJ, Relator: Min. Sepúlveda Pertence, 13 de fevereiro de 2007.

DE BEM, Leonardo Schmitt; CUNHA, Mariana Garcia. Crimes eleitorais. 3. ed. Belo Horizonte: D’Plácido, 2018.

ESTATÍSTICAS mundiais de bullying. Bullyingsinfronteras, 2022. Disponível em: https://bullyingsinfronteras.blogspot.com/2022/02/estatisticas-de-bullying-no-brasil.html. Acesso em: 18 fev. 2024.

GOMES, Luiz Flávio. Direito Penal: Parte Geral. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2007.

HINDUJA, Sameer; PATCHIN, Justin. W. State Bullying Laws. EUA: Cyberbullying Research Center, 2022. Disponível em: https://cyberbullying.org/pdfs/2022_Bullying-and-Cyberbullying-Laws.pdf. Acesso em: 13 fev. 2024.

LOPES NETO, Aramis A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Porto Alegre, v. 81, supl. 5, p. s164-s172, 2005. https://doi.org/10.1590/S0021-75572005000700006

MARCÃO, Renato. O art. 28 da nova Lei de Tóxicos na visão do Supremo Tribunal Federal, Migalhas, 30 mar. 2007. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/depeso/37341/o-art--28-da-nova-lei-de-toxicos-na-visao-do-supremo-tribunal-federal. Acesso em: 18 fev. 2024.

MASSON, Cleber. Direito Penal: Parte Geral. Vol. 1. São Paulo: Método, 2018.

MOREIRA, Romulo de Andrade. A competência criminal da Justiça Eleitoral — o STF reitera a sua posição. Consultor Jurídico, 01 jun. 2021. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2021-jun-01/romulo-moreira-competencia-criminal-justica-eleitoral/. Acesso em: 18 fev. 2024.

RODRIGUES, Clarice Cardoso da Silva. O bullying como tipo penal. Rio de Janeiro: Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro, 2014.

SANDRONI, Julia Thomaz.; FERNANDES, Maíra. O Injusto Penal sofre bullying: reflexões sobre o novo tipo penal previsto na Lei 14.811. Conjur, 24 jan. de 2024. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2024-jan-24/o-injusto-penal-sofre-bullying-reflexoes-sobre-o-novo-tipo-penal-previsto-na-lei-14-811/. Acesso em: 18 fev. 2024.

TREVISOL, Maria Teresa; DRESCH, Daniela. Escola e bullying: a compreensão dos educadores. Múltiplas Leituras, v. 4, n. 2, p. 41-55, 2011. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-metodista/index.php/ML/article/view/2842/. Acesso em: 18 fev. 2024.

Downloads

Publicado

2024-03-04

Como Citar

Lourenço Emmerich de Souza, T., & Gilaberte Freitas, B. (2024). A criminalização do bullying e cyberbullying: uma análise do artigo 146-A do Código Penal . Boletim IBCCRIM, 32(376), 8–11. https://doi.org/10.5281/zenodo.10685232

Métricas